page-founder-photo1

Nasceu em Lisboa mas passou grande parte da sua infância em Beja, no Alentejo.
Sempre quis ser jornalista para denunciar injustiças, por isso, estudou Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa.

Infância Traficada

ESCRAVATURA SÉC.XXI

Começou a sua carreira na TVE, passou pela CNN e pela TV Globo.

Foi jornalista da RTP onde fez a cobertura dos principais conflitos mundiais, sempre do lado das vitimas inocentes, nos campos de refugiados.

É mãe de dois filhos e o seu melhor amigo é um labrador.
Desde 2011, é jornalista na TVI onde já realizou várias grandes reportagens que foram distinguidas pelos mais importantes prémios nacionais e internacionais.

ALEXANDRA borges

„é a indiferença que continua a matar meninos no Gana”

Em 2007, o que poderia ter sido apenas mais uma reportagem de denúncia de violação dos direitos humanos, tornou-se na missão da sua vida.
Foi ao Gana em reportagem para denunciar a escravatura infantil no Lago Volta e acabou por resgatar as primeiras 3 crianças a quem começou por pagar a educação do seu próprio salário.

No dia em que conheceu estas crianças prometeu-lhes que seria a voz que lhes tinha sido silenciada.

Foi aos Estados Unidos denunciar a situação nas Nações Unidas e no grupo activista de direitos humanos Humans Rights Watch.

 

Editou livros que vendeu para conseguir resgatar mais crianças e pagar-lhes a educação porque acredita que essa é a verdadeira porta para a liberdade.

Hoje, com a sua parceira americana Touch a Life kids, patrocina um Centro de Acolhimento onde vivem 72 das 93 crianças resgatadas à escravatura infantil e acredita firmemente que sairá deste grupo o próximo Presidente do Gana.

ALEXANDRA BORGES

Subscreva a nossa newsletter

Logo Header Menu